Retórica social

Estamos todos sendo vigiados, vigiados pela ganância e pela condição capitalista de se ver o mundo.

O meu pensamento é completamente socialista, e assim entendo que seria um modelo de vida condizente com a realidade humana.

Mas os ratos estão aí, estão roendo as hostes da legalidade, e vivemos em um big brother sem precedentes.

Eu não sou livre, infelizmente.

Ratos me observam, me monitoram.

Ratos imundos que não percebem o tamanho de suas infelicidades.

É bem certo que meus transtornos impedem de eu ser uma pessoa totalmente feliz, mas me sinto livre para poder criar e escrever o que quero.

Me sinto livre por não rotular as pessoas, por ser totalmente desprovido de preconceitos.

Sou uma pessoa sem preconceitos.

NÃO AO PRECONCEITO!!!

Essa frase todos deveriam utilizar, independente de sexo, cor, condição financeira, liberdade ideológica.

Infelizmente o que vejo é um povo cheio de ódio, ódio contra o próximo, contra as diferenças.

No meu pensar socialista, as pessoas deveriam ser livres e libertárias.

Ter direitos iguais por seus papéis na sociedade.

Meritocracia é lixo num país cheio de desigualdades sociais.

Não à meritocracia.

Sociedade escrota, desumana, vidas são roubadas, vidas são vigiadas, mas de mim, nunca apagarão a chama do socialismo que habita em minha pessoa.

A pauta social, é o espelho da mediocridade de conflitos de quem habita em um mesmo terreno, e enxerga os outros com diferenças enormes.

As diferenças deveriam ser equiparadas no julgamento final, se bem que serão, para todos, da mesma forma.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s