Um céu de estrelas

Aceito que no meu tempo de criança nutri alguns sentimentos que não são bons.

Mas isso é normal, principalmente por ter tido uma infância reprimida.

Depois que o tempo passou, outros sentimentos em relação a mim foram revelados com o tempo, e descobri uma infinidade de infortúnios.

Mas eles não me atingiram.

E foi matando uma charada que eu os revelei.

Revelei para mim mesmo, para ninguém mais, pois não precisa.

Apenas eu preciso saber o que de relevante a minha pessoa pode saber.

Agora, varrer o resto de pensamentos negativos da minha mente, encarar os fatos e ir à luta.

E claro, me afastar dos que se reaproximam com falsas falácias, pois outras charadas me foram postas e eu as decifrei, mais atrás ainda.

Agora sou sabedor do futuro que irei trilhar.

Sei da minha coroa e da minha majestade.

Não luto só por mim, mas para muitos e muito mais do que se possa imaginar.

Sim, que meu passado fique para trás, eu tenho que me erguer e reconquistar o céu, como já foi feito várias vezes, mas agora, estava um poco por baixo.

As estrelas, elas, vou alcançar novamente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s