Imaginação retrocesso

Sou objetivo nas minhas convicções, subjetivo nas minhas ações.

Tenho dentro de mim a retórica de uma vida inteira voltada aos infortúnios, mas virei várias vezes a mesa, e mudei o curso do jogo da vida.

Luto incansavelmente contra os meus demônios, sei ser são e sábio como um recomeço de identidade camaleã.

A subjetividade me faz entrar dentro de um contexto, sumariamente sou vítima de uma avassaladora e psicótica euforia de idéias, e coleciono mil revezes.

Pois o impacto que a minha combalida mente sofre com as constantes pancadas psicóticas são de estrago surreal.

Coelciono perturbados motins a mim mesmo, as pancadas na cabeça chacoalham todo o meu organismo.

Os rifes de guitarra sempre estão distorcidos para dar a exata entonação do que eu passo a pensar depois da morosidade.

Muito barulho.

Muita confusão.

Hard, muito hard.

O legado maldito do legatário intruso está contaminando o meu pensar, é com muito pesar.

Já aliviado, rogo para o mínimo prejuízo do meu desamparo.

Pois só estarei, sempre.

E para sempre serei o que não agrega, pois sou contaminado pela antipatia social, amaldiçoado pela escrota e sacana sociedade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s