Pétalas de chumbo

Vagando auditivamente pelos caminhos da morosidade, é com muita perplexidade que os signos são decodificados.

A tranquilidade chegou, a calma acalentou meu espírito, estou um pouco confortável, completamente abduzido pelo prazer.

Uma certa curiosidade em relação ao segmento da construção amparada na ordem aleatória, observo com olhar de rapina os meus desejos se esvairem pelo ralo.

Um rebento que nasceu da prospecção futurística.

Onde poderá o bem próximo por em evidência as catastróficas possibilidades de surgimento para a continuidade?

Rogo por todos os santos decaídos que uma pilha de papéis nada são que sedas apocalípticas.

Vou colocar aqui as sombras do que eu fui um dia, e reafirmo com a convicção plena que só me falta o empolgante mistério, para que eu decifre todas as charadas.

Que venham, uma a uma, todas elas.

Carrego comigo a força que me fará o divisor da balança, ao final de tudo.

Aqui estou, estou pronto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s