Universo escaldante

Esquecido entre pensamentos, acabo por me encontrar dentro de uma metáfora, daquelas póstumas e com rótulo de validade.

Tão angustiante é o desenrolar dos fatos, mas de fato eu estou varando madrugadas por vezes, e por que não pensando no mais profundo pesar sobre minha pessoa.

Não terei nunca o descaso de companheirismo matrimonial, pois de fato tudo é com a máxima de fidedigndade.

Tenho ao meu lado a maior de todas as confianças.

O porto seguro.

E para retomar com todo o gás o tempo perdido, diria que nem tão perdido assim se foi, talvez foi o enclausuramento necessário que me fez totalmente pleno.

Tenho a convicção de que passei algumas jornadas dentro de uma bolha, uma bolha que foi deliciosamente degustada por mim.

De dentro dela fiz todas as refeições possíveis, e não me imagino mais trancafiado dentro de outra.

Porém estamos nessa vida para contestar acima de tudo.

Aqui contesto o meu envolvente caminhar, a minha jornada perante o absurdo.

Tão absurdo e necessário possa ser o semblante divino, tão angustiante e conflitante seja o tamanho da divindade em pessoa, tão desconexo quanto o meu galopante raciocínio.

Aqui descubro que existem caminhos, muitos e mais ainda, depois do amanhecer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s