O universo em que vivo

Assumindo o meu papel como protagonista de minha estória, fui de encontro ao estado de apologia a determinadas substâncias.

De pouco importa na verdade, estou certo de que as situações narradas por mim, evidenciaram ricas experiências psicotrópicas.

É evidente que todos os caminhos percorridos por mim, me deixaram com estoque de torpor puro e absoluto.

Se me perguntarem se na minha vida usei ou não drogas, responderei que algumas vezes sim.

Mas os tempos são outros, a minha essência transmutou, tive que inverter o radical jogo de situações.

Ainda carrego comigo a luz própria necessária para a minha sobrevivência.

Podem me chamar do que quiser, sempre estarei aqui para anular os sentenciamentos sobre minha pessoa.

Transbordo no imutável desejo do sentimento alicerçado na conpetência de se estar ao lado.

Para sempre, indistintamente.

Como espectro que paira no ar.

Sinto as energias saírem de dentro de minha essência pura, e as transbordo de positividade.

Para sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s