Para sempre e só

Atingir o grau máximo de perigo, daqueles que não dá para fugir da realidade nefasta, é e sempre foi a minha missão aqui na Terra.

Não desvalorizei os caminhos que me fora colocados, não obstante a tantos prejuízos me foi dado o alicerce da sabedoria.

Aqui fica o revelador retrospecto da minha luta insana contra os malefícios da retrospectiva mental, aquela parte censurada da minha vida.

Vou de encontro ao fantasmagórico caminho a se percorrer de madrugada.

Espreito por um momento na minha simplicidade do conduzir os meus caminhos e minhas jornadas.

Aqui falarei para a posteridade que nunca fui o bastante para recuperar os meus dias perdidos, eles se foram, deslizaram para baixo do penhasco.

Imagino apenas o quanto isso me levou para um sórdido reconhecimento verdadeiro, não suporto mais carregar tanto peso.

E se está pesado este engodo, para mim apenas sinto mais uma chibata nas minhas costas, serei sempre escravo desta nebulosa circunstância.

Aqui deixo o meu silêncio como prova da negação.

O negacionismo para mim é o melhor remédio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s