Um “time” no escuro

Como uma flecha penetro dentro do imaginário onde habita as sombras, e encontro a minha fé dentro de um pote lacrado.

Aprisionada fé, absoluta fé.

Agora apenas sei que eu tive muita falta dela, mas ela penetrou nas minhas diversas vidas, as vidas que vivemos e não nos lembramos.

Agora cheio de fé, abençoado pela purificação divina, aguardo a hora do meu firmamento ser chamada e clamada pelo Criador divino.

Não rogarei por nós, mas por mim, fundamentalmente.

E não observo isso como intolerância religiosa, apenas quero deixar claro que eu tenho que ser a pessoa em primeiro lugar.

Já cansei de pedir pelos outros.

Sim, peço por mim, e peço que me deixe em constante equilíbrio, pois assim posso ajudar os outros.

Assim, posso divertir os outros, pois a minha produtividade literária estará bastante larga, e assim sei que é o melhor que há em mim.

Portanto que rogai por mim para que eu possa rogar por nós e por todos os que estejam dentro de minha diáspora lítero-evangelizada.

Mergulharei fundo agora, dentro das minhas metas estão a de conseguir um lugar dentro do paradigma da liberdade.

Conseguido, estarei pronto para a justiça de todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s