Os tempos vindouros

O riso solto do meu semblante, contrasta com a realidade crua de minhas angústias que foram metralhadas para sempre.

Agora sou apenas um sonhador em meio a essa total pandemia.

Vivo em meio aos terríveis instintos do destino.

De vola ao começo de minhas razões dissociadas de verdadeiras intimidações do meu sossego, venho transmitir as minhas sinceras condolências.

De tempos em tempos conduzo ao meu perfeito estado de euforia, um complexo e elaborado sistema de entraves ideológicos.

Tenho em mente tudo o que sempre quis, e venho de encontro ao fiel da bondade.

Vou plenamente esquecido de meus pecados, e rumo ao infindável momento da intransigência imposta aos meus semelhantes.

Agora sei que o fator predominante para deflagrar a guerra contra mim mesmo, veio dos poluídos dejetos submersos.

Fico a observar agora a plenitude do meu passado, erradamente reincidente, pois de tudo foi feito para que eu findasse a pedra fundamental.

Aguardo o momento do embate!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s