Sensorial

Da minha introspecção…

Dela eu retiro todo o conteúdo da minha inspiração, sei demais o quanto ela é válida.

As necessidades imperiosas de ser mais dentro de um contexto, me leva a crer que as possibilidades de acontecer é justamente dentro dela, da minha introspecção.

Aqui em silêncio absoluto, desta vez resolvi retirar a trilha sonora, não tem música, apenas o ruído do meu cérebro.

Ele está ligado, está em pleno funcionamento.

E seu ruído é fantástico, como se uma abelha estivesse voando dentro dele.

Isso é mais significativo que o barulho das batimentas do coração.

Com esse ruído eu sei que eu estou vivo, sei que as hostes do meu raciocínio estão em perfeito funcionamento.

Agora um pouco mais tranquilo, o universo está conspirando ao meu favor.

Enquanto todos dormem, eu estou em plena atividade literária, tiro um grande proveito, uma dianteira perante todos.

Aqui vou construindo as minhas linhas, vou demasiadamente fazendo acontecer os meus sentidos, a minha necessidade paira no que estou produzindo.

Por mais que eu seja um pouco fora dos padrões, sei que deixo um legado, meus eternos leitores, que nunca me abandonam.

Dito isto, aqui deixo mais um registro, diante de tantos e tantos outros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s