Profana alegoria

Vamos celebrar a vida, cheia de assombros, com muitos percalços, muitas dificuldades.

Aguardo a resposta do mundo, todas as minhas angústias foram dilaceradas.

O poeta profeta sempre soube que a certidão de esclarecimento pode transportar uma vida inteira de lamentos.

Sou um pouco de tudo, sou um pedaço de nada.

Diante de tantas discurções, espero calado o meu momento de chegar junto ao total de dizeres sobre a minha pessoa.

Aguardo o pronunciamento do fiel da balança, e sei que estarei disposto a andar por entre pedras e caminhos tortuosos.

Um passo a frente, estou ciente de estar caminhando em linha reta.

É reta de chegada, serei o espectro do amanhã.

Para sempre estarei na cola do analfabetizmo, e sem escrever uma só palavra, aguardo pelo meu julgamento final.

Para sempre e sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s