O recomeço de ciclos

Foto por Jakub Novacek em Pexels.com

Um instante para a meditação.

Sou de uma safra rara, tenho muito a dizer para mim, de mim.

Aqui, sobresalto envenenado, para uma nova esfera de especulações.

Como poderia dizer para sempre e sempre que perderia um manifesto de poesias, mas me manifestaria a respeito.

Bites, rifes, todos a me aprisionar.

Por mais um segundo, espero o meu momento chegar, estou perdido em lamentações, mas de fato não as quero perto de mim.

As lamentações que fiquem do lado de fora.

Apenas um resjuste musical, para que possa efetuar novos pensamentos, todos para a posteridade.

Já recalculei, estou em nova rota, aqui espero meus momentos e desperto para outros.

Mais calmo, agora sim, todos os pormenores foram anotados, só espero pelo esplendoroso fim, daqueles que causam pane e recomeço.

Recomeçar, sempre com novas perspectivas, com muita boa fé e esperança.

Sempre.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s