O horizonte de mármore

Por vezes, estou inerte na melancolia do espaço cósmico, e vejo luzes ao meu entorno .

Sempre disperso, as horas se tornam minutos e os minutos segundos, tamanho a minha incompatibilidade com o tempo.

Observo o raiar iminente da jornada espiritual, e vejo entre luzes de desapego, o maremoto de ideias desconectas com a realidade vindoura.

A majestade é efêmera no receptáculo de informações alienantes, o inferno bate na minha porta, a residência do malévolo e embriagante diamante negro é a minha casa.

Estou absorto de informações.

Espero, com o passar dos anos, eleger a minha edificante escada de degraus condizentes com o distúrbio que exacerba em cadeias decrescentes, a minha jornada espiritual.

Sou pássaro felino.

Mas não me alimento de mim mesmo.

Apenas gostaria de eleger a quinta forma do desejo eterno das coisas importantes da minha vida.

Vou sobrevoar sorrateiro.

A vida apenas está em seu estágio embrionário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s