Altitude

Foto por Pixabay em Pexels.com

Refém de mim mesmo, sou a resposta do que de fato eu deveria supor ser.

Plugado na minha essência, vislumbro um nefasto lago encantado, onde as criaturas estariam presentes.

Que belas criaturas, muito belas.

Por um momento, me fiz cruel com as minhas intensões, eu sou o receptáculo de informações adicionais.

Árvore de plástico, soa como uma conhecida canção.

Por um momento, o meu escárnio vociferou por toda a madrugada, quero ser o algoz desses sentimentos brutais.

Sou a essência do belo e do maldito também.

Por um momento, pensei ser mais, mas vi o peso da minha atmosfera.

Estou aqui, sereno, suave, estou vivo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s