Senhor do purgatório

Foto por Min An em Pexels.com

Um instante a mais, e poderia estar perto do paraíso.

Definitivamente estarei solto no térreo da saudade, onde eu poderia ter ido, mas não passou de um desencontro.

Me encontrei no oposto da saudade, o paraíso é muito longe daqui, pareceu perto, dentro de um pressuposto ilusório.

Aqui reina o inferno absoluto.

Aqui é o lugar da desgraça.

Para tanto, vou dar meia volta e sair deste nefasto lugar.

Rumo a imensidão da alegria.

Para um lugar cheio de boas energias, e na verdade não será o paraíso, mas meu purgatório particular.

O paraíso nem sempre estará carregado de boas energias, é lá que o profano não tem vez, muito menos no inferno.

O profano está e sempre estará no purgatório, e como eu adoro esse tal de profano?

Portanto venham a mim, com todos os seus pecados, quero deliciosamente me alimentar dele, usufruir seu doce sabor, no purgatório que me acalenta.

E que o inferno e o paraíso, tão antagônico como só eles podem ser, fiquem à margem de minhas remotas espectativas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s