Além das amarras mentais

Foto por Rakicevic Nenad em Pexels.com

Todos os momentos em que fiquei atormentado com as minhas angústias, introspectivas, diga-se, sofri muito mais do que poderia supor.

Os meus momentos reais, são mais pujantes que os imaginários.

Os introspectivos muitas vezes são os imagináros, porque minha mente cria e fantasia demais da conta, além do real.

Tive três depressões na minha vida, e fui severamente castigado com os fantasmas da minha mente.

Criei caminhos bruxulelantes, criei e fantasiei além da conta.

Hoje fico suportando os fardos da vida, vivendo um dia de cada vez, me segurando nas amarras da minha sanidade frágil.

Consegui dar dribles na minha mente, saí de umas duas outras possíveis depressões, mas o fato é que a minha sanidade é frágil.

Viver é complicado.

Simplifica viver?

Eu que tento sempre ser mais para poder até me levantar da cama, gostaria de ter uma vivência simplificada.

Para ir além das minhas amarras.

Mais perto do Sol.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s