As linhas pesadas

Foto por eberhard grossgasteiger em Pexels.com

Dois dias sim, dois dias não.

E assim meu árduo compromisso em postar mais uma vez.

Não que eu esteja com falta de compromisso, mas a minha vontade de escrever e jorrar textos pela madrugada vem sendo pausada pela falta de estímulo.

Eu ando assim, um pouco pesado para tudo.

Meu organismo se sente pesado, meu cérebro também.

Venho através dessa, atribuir o fato de ter que experimentar algumas linhas a mais neste amado blog, como uma conduta fortuita.

Gosto demais em deslizar por essas linhas aqui.

Por aqui muito se foi falado.

Muita coisa ainda falta dizer.

Vou pausar um pouco, devo estimular umas situações e pormenarizar outras.

Para assim poder unificar as minahs idéias.

Estou por aqui, manso mas com muita vontade.

As linhas aparecerão com o passar do tempo…

Um comentário

  1. Todos nós estamos assim, em.compasso de espera. É irritante!
    O que fazer? Esperar!
    Esse ano foi um ano de pausa e reflexão. Foi um ano de uma guerra sem armas tradicionais, mas com guetos e campos de concentração: nós mesmos, em nossas casas.
    Metade disto, cremos, já passou.
    Que a outra metade passe logo, para tentarmos nos adaptar aos novos tempos que virão.
    Pensemos em nossos antepassados, em quantas guerras se envolveram, e em como e quanto seus destinos foram modificados!
    Estamos em plena guerra de sobrevivência.
    Os mais aptos, os que mais conseguirem se adaptar, sobreviverão.
    Essa é a Lei da VIDA!
    ESPERA e ESPERANÇA são as palavras da vez!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s