O perdão da humanidade

Foto por Muhammad Lutfy em Pexels.com

Novamente à procura de um conforto espirtual, para dessa vida não obter o perdão alheio, pois só quero o de quem me fez mal.

Mas a humanidade me fez mal?

Portanto quero o perdão da humanidade.

Aceito e deixo todos com as consciências limpas.

Agora, certo de que dei o meu melhor, vou descançar um pouco, as minhas retinas estão inflamadas de tanto chorar.

Vou buscar dentro de mim, a paz necessária para aliviar as minhas dores, o sacrifício do perdão é bastante desgastante.

Quero o amor.

Sou pássaro que despreza uma boa refeição não vou mudar o rumo dos meus desejos, apenas mirar para um novo norte.

Por mais que eu tente fazer diferente, tenho pena dos desafortunados que possuem distúrbios neuropsiquiátricos.

A prisão mental.

A masmorra cerebral.

Eu perdoo a humanidade, por que não?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s