Vida sentida em verso e prosa

Foto por Roberto Nickson em Pexels.com

Eu não me canso de lutar pelo que eu amo.

Luto por um amigo, luto por um amor, luto até as minhas últimas consequências.

Tenho passado por momentos difíceis nessa atual conjuntura de vida, um mundo pandêmico, dividido por ideologias antagõnicas.

Mas nunca é tarde para reiteradas vezes dizer o quanto é linda a vida, mesmo coberta de névoas, mesmo eu tendo que ter uma força titânica para levantar.

Todos os dias.

Mas agradeço cada dia, cada instante por eu estar hoje vivo, por sofrer sim, mas o fato é poder celebrar a vida.

Muito foi perdido nesses tempos tão insipientes, não vou me deixar ser nocauteado pelas falabilidades da vida.

Mas tento e levanto todos os dias.

É muito difícil para mim, eu creio que sim.

Tomo quatro medicações que me deixam a ver navios num mundo de terra.

De paisagens.

De malévolas bonanças.

Um mundo cheio de injustiça social, um mundo complexo e bastante cruel, cheio de preconceito.

Um brinde à vida!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s