Meramente vil

Foto por Alana Sousa em Pexels.com

A maldade está por toda parte.

Na parte de dentro do habitat.

Por fora e por toda a influência que possa ser.

Por mais vil que se seja, influenciar as pessoas por um momento, a tentativa é lógico, já consuma o lado oposto ao sentimento.

Não se doutrina ninguém.

A doutrinação não é democrática.

Nada se pode fazer contra o fanatismo de certos elementos pictóricos nete universo de símbolos.

E a maldade caminha junto com o cruel sentimento de ressaca moral.

Moralmente, somos estátuas, estátuas sitiadas dentro de um jogo malévolo, onde os espectros se escondem.

E o tabuleiro fala por si só.

Vamos inverter essa retórica.

Caminhando rumo ao escabroso fim, vejo as metáforas utilizadas em um único post, o recado dado a uma única pessoa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s