A quem pertence o mundo?

Foto por Mehmet Turgut Kirkgoz em Pexels.com

Os universos paralelos estão à espreita de uma realidade fantasmagórica, diferente da usual, mais perto da espectral.

Por possuir vários calibres no armamento que vou apresentar, não terei mais condições de atirar na primeira vítima sem que não possa dar um tiro no meu pé.

O real e o abstrato se confundem sempre na sombra metafórica que esconde os dejetos da fortuna.

Ter e apreciar possuir um desgastante monitoramento para esta pandêmica situação caótica, faz com que estejamos todos vigiados pelo sistema da caoticidade.

Vamos lá, um belo banquete poderia trazer de volta todos os que pularam da embarcação, abandonaram a nau, mesmo ela tendo partido cheia de refugiados.

Não estarei na corrente adversa do que possa possuir a vã filosofia.

Os universos paralelos estão iluminando os possíveis derivados da justiça social.

Quero aqui entregar a minha maior cota de contribuição.

Pertenço a esse mundo.

Ele igualmente me pertence.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s