Paralelos da sabedoria

Foto por Tobias Bju00f8rkli em Pexels.com

Vou para a esfera rarefeita da minha esclusão, sou o único que está acelerando a reta final, não me ofusco com o pecado.

E se peco é porque não me restaram saídas para não o fazer.

O pecado.

E a sabedoria do pecado, é aquela que guardamos e que tem a necessidade de ser encontrada, pois as mazelas de um destino sobre o conteúdo lúdico, se perdeu pelo caminho.

Não irei invariavelmente correr atrás de umas conspirações de um sorrateiro deserto, aquele em que me encontro, por ser o único da passagem.

Passagem, para o outro lado, pedir a permissão para passar.

E nessa carreata, estou por aqui esperando a revelação, aquela que irá me fazer pedir perdão pelos meus pecados.

A falibilidade se fez presente no meu discurso, agora estou compenetrado nas infindáveis possibilidades.

E elas são muitas.

Ao universo infindável.

Com permissão, para a passagem…para passar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s