Inferno na madrugada

Foto por eberhard grossgasteiger em Pexels.com

Depois de mais de um sinal de tormenta, eis que a reumbante corrente de névoa sideral rompe, deixando uma poeira cósmica para ser limpa.

Por enquanto nada de suavidade, as desejadas manifestações de ritmia, aceleraram o meu coração para uma pulsação muito adrenalítica.

O terror se espalhou, os sentidos se romperam.

Muito mais adiante, pode-se fazer um relatório do que foi dito, por mais uma vez, e acrescentar as verdades ditas e postas.

Aqui faz muito calor.

Não tenho mais a relação com o óbvio, não quero acreditar em um momento aprazível.

A guerra entre os escrúpulos foi acirrada, os meus foram para o espaço cósmico.

E de lá uma vertente de meus anseios, quero retomar a leitura das escrituras sacras, as verdades estão postas nos livros sagrados.

Uma breve leitura, ao final, um cafezinho e o último cigarro.

O desejo de parar de fumar já era de tempos, agora uma realidade.

Antes de completar 50 anos, o peregrino resolveu cuidar um pouco mais de si.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s