Por encanto

Foto por Marta Wave em Pexels.com

Andava um pouco ressabiado dos elementares pilares da fortaleza interior, e me vi o reflexo dela.

Agora, por mais que eu ignore os perigos do caminhar, eu vou levando a vida no controle remoto, não pretendo despencar de vez, quero estar firme para ver as situações acontecerem.

Estou um pouco mais tranquilo.

Vamos levar com simplicidade a vida, com todas as deslizadas formas de se chegar ao penhasco, mas o fato é o de que eu saí do fundo do poço.

Estou por aí…

Sou a vertente da consciência, sou eu quem faço os meus instintos transbordarem, eu levo a minha espada para articular o meu reflexo, o de coragem.

Estou protegido.

E uma vez mais, sou como a escória dos iluminados, mas estou com uma luz, mesmo que rarefeita.

O caminho a se percorrer é longínquo, mas continuo a percorrer, não mais na contra-mão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s