Pela vida

Foto por Lucas Pezeta em Pexels.com

Venho aqui pressupor que os turbilhões de pensamentos fragmentados, me coloquem dentro de um receptáculo frenético, e me deixe por demais combalido.

Rogo que o exercício da literatura digital me acompanhe nestes momentos, me dê conforto para tanta frenesia.

Agora mais calmo, invisto na tentativa de concluir um pensamento…

Estou com os pensamentos controlados, depois que comecei a digitar, o fluxo deixou de ser intenso, isso é muito bom.

Vou na calmaria…na brisa…a favor do vento…

Um bom dia para todos, estou na guerra de novo!

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s