O triunfo

Foto por Francisco Echevarria em Pexels.com

Retifico o meu pulsar por um elementar desejo de correspondência.

Queria e gostaria muito de ser reconhecido entre os meus, e caso contrário, na infindável morosidade dos outros, aqueles que estão fora do eixo.

Já se foi o momento do tormento.

Muitos caíram em minha frente, e sei demais que esse número só tende a aumentar.

Por aqui apenas mais um post, mas luto incansavelmente por um momento aprazível, aquele que vai me levar ao conforto espiritual.

Por um momento de sabedoria, apenas isso.

E para sempre levarei o meu tormento em diversas partes do meu mapa astral.

Aquele que está programado para me elevar ao topo da pirâmide social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s