Um apanhado de tudo

Foto por NO NAME em Pexels.com

Quando me permitia ser o “total”, percorri por caminhos infindáveis da luxúria da vida, e me permiti por assim dizer, me prostitui.

Foram tempos remotos…

Quando me vi por inteiro, já tinha avançado e muito na vida, não tinha mais espaço para tamanha e enfadonha peregrinação sexual.

Estou aqui, leve e suave ao longo dos meus cinquenta anos, queria demais voltar no tempo e fazer algumas situações diferentes.

Quantos beijos roubados eu não consegui, por não ter coragem de tentar?

Sim, muitas vezes empaquei feito mula, e não me permiti…faria diferente para essas situações.

O certo é que eu encontrei há pouco mais de 8 anos um porto seguro, parei e estacionei a minha embarcação.

Ficaram as lembranças, o doce sabor de ter vivido, com intensidade, sempre, a minha vida.

Na balada da madrugada, faço um apanhado de situações minhas, introspectivamente, solitariamente, como a doce madrugada pede.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s