Vida impedida

Foto por Snapwire em Pexels.com

Nunca antes poderia imaginar meu cérebro conectado com a total e absoluta serenidade, e confesso que fico um pouco anestesiado com tudo.

O anti-elétrico de sempre, nas nuances da bonança, nesta vida destemperada e cheia de obstáculos.

Somos parte do momento que é tão belo e natural, institivamente vou de encontro com a paz, a paz que chegou, devagar, sorrateita…

E dela não quero me desgarrar.

Nunca mais!

Por aqui, apenas curto a madrugada silenciosa, aquela que não perturba nunca.

Vamos ao encontro da sinergia, quero beber da fonte não melancólica, nem deveria mesmo ser.

Entretanto as minhas habilidades estão por aí, espalhadas ao bel prazer.

Na realidade de um futuro pode ser, que a minha luta, agarrada ao misericordioso momento de chegada, pode ser uma luta infrutífera.

Já preparado para os embates, apenas sei que não sou obstáculo para ninguém, mas peço licensa, por gentileza.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s