Colapso

Foto por cottonbro em Pexels.com

Já se foi o tempo em que os prognósticos em relação ao futuro eram completamente incertos.

Hoje, vivendo um dia de cada vez, podemos relacionar momentos de aprendizado com o cotidiano.

Vou vivenciando momentos de pura adrenalina, estou prestes a me refazer como um completo idiota, tamanha falta de acolhimento do próximo com os necessitados.

Vou refazendo as minhas preces, catando os meus cacos, me reinventando.

Para além desta atmosfera, quero respirar a fumaça tóxica de um turbilhão de catástrofes ambientais.

Vou respirar além de meus instintos, quero inalar todo o teor dessa atmosfera rarefeita.

Para alé das profundezas rarefeitas deste oxigênio, me refazer como costumeiramente o faço.

Vou repleto de sabedoria, intimamente me reiterar da fonte do desejo anunciado, aquele palpável e recheado de máculas.

Para além do universo paralelo, quero retribuir o íntimo repúdio, fazer a ressurreição comigo mesmo.

Ao infinito cósmico…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s