Sobriedade moral

Foto por Matt Hardy em Pexels.com

Comecei o meu inventário moral, mais uma vez, desde que decidi uma vida de sobriedade.

Por vezes tive recaídas, e a bebida de fato me trouxe ao completo abandono, perdi muitas amizades por isso.

Mas continuei a minha caminhada de tropeços, e acabei por emendar uma sobriedade que vai fazer um ano.

É muito aprazível isso, tenho a plena convicção de que os momentos reais e verdadeiros, foram partilhados por mim nesta sequência simbólica.

Vivi muito tempo entorpecido, não conseguia enxergar um palmo à minha frente, foram tempos difíceis.

Hoje, na comunhão de uma sobriedade sólida, os momentos são sublimes, não vejo a hora de despertar para mais uma vitória.

Fazer um ano de sobriedade é de fato uma dádiva, reiteradas vezes vou afirmar isso.

Na contra-mão de uma mente insana, vou com a sã consciência, e acabo por me transformar na quinta essência de um mundo razoavelmente agradável.

Agora, por mais um momento de fé, abençoo este momento, e brindo com uma taça de água.

E que a minha sobriedade me traga belos frutos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s