O embrião da poesia

Foto por MockupEditor.com em Pexels.com

Já se passoumuito tempo…

Na verdade nem lembro mais.

Uma geração cai a outra se levanta, mil momentos para se relembrar.

A atmosfera nítida do acaso, me fez vociferar para uma multidão de incrédulos, o meu anúncio foi feito.

E se me levarem ao cume da montanha, irei falar ao vento, que sempre fui fiel aos meus princípios, erradamente não defendida entre os meus semelhantes.

Posso saber e fazer muitas coisas.

O mágico encontro com a cordial natureza, me leva a refletir nos intermináveis e reflexivo argumento das parábolas.

Mais um momento para a reflexão…

Costumo dizer que o raciocínio interpretativo é mais forte que a argumentação da sinceridade.

Vou cada vez mais longe.

E penetro no sentimental caminho da honra.

Sou pássaro, quero alçar vôos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s