Perfil: Mário (bros) Caseiro

E de se relativar amizades, nada mais justo que entender como funciona o coração das pessoas.

Hoje tive o privilégio de ver o Mário chorar, e seu choro foi justamente ao lembrar do dia em que escutou uma música minha pela primeira vez.

Ouvi falar desse camarada em 1999, filho de uma grande amiga de minha irmã, a Regina, que logo se transformou em minha amiga também.

Até que um dia fui a São Paulo, depois de 13 anos sem entrar em um avião, e tive o privilégio de compreender como os nossos elos se completavam.

Nós somos diferenciados, sob o olhar dessa sociedade escrota, sim, tomamos as nossas medicações para nos mantermos firmes na nave.

De uma inteligência fora de série, o Mário e seu grande coração, faz com que a vida de sua mãe, vitimada pelas situações de vida, seja serena e bem acompanhada.

Sim.

Diariamente ele faz todas as tarefas de um cuidador, e ainda estuda e faz programas para lá de “babilônicos”, sua metáfora máxima dentro da linguagem da informática.

Diria ao Mário: “meu, eles estão mandando em tudo, o sistema está corrompido, dominado, mas nós temos a clarividência e o discernimento dos fatos, sim, mano, vamos resistir!”!

Sim meu, nos entendemos perfeitamente.

O resto é aquele abraço.

Um gênio indomável e doce, metaforicamente, ipsis literis também.

Amigo fiel, confiança total…

É nós, velho!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s