O universo conspira

Volta e meia falo com o célebre Criador, e a minha conversa é pra lá de eclética, uma vez que questiono filosoficamente o Universo e seus dados quânticos.

Vou penetrar na plataforma metafísica sensorial, onde a praga e seus tormentos subsequentes, se farão plenos perante a divindade.

Quais os melhores manejos circunstanciais?

Tudo é relativo, responderia.

Mas para a obtenção de alinhamento padrão, rogo pelo apego do disforme e arte do mosaico.

Tentando me equilibrar nesta plataforma existencial, mudo a rota de colisão dos meus pensamentos, deixando no trilho meu trem desgovernado.

E como conclusão: o frio eleva a minha gama de raciocínio, dele vou retornar com todas as elementares respostas.

Assim fico bem e só…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s