Sou pássaro

Passaranbilônico – Thiago Ferraz

Voar até encontrar o indigesto refluxo que me causa rouquidão.

Vou de encontro ao elaborado ser oculto que paira no meu raciocínio repleto de nuvens negras.

Estou bem certo de poder avaliar um retrospecto imenso na minha vida.

Sei demais dos meus insucessos, me resta rever alguns pontos fundamentais para conseguir obter a permissão do alívio.

Ando meio cabisbaixo…

Mas vou voar na imensidão dos pássaros, aves de rapina, que voam longe, na imensidão do espelho que reflete a minha aura.

O vôo do pássaro.

Pássaro alado…

Sem muitas contestações, quero me remeter ao máximo poder das sombras ocultas.

Vou de encontro ao esplendoroso fim.

O final dos tempos.

O fim de tudo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s