Uma pequena dádiva

Começar com o semblante esperançoso o dia.

“Oh ode celestial, me levem daqui para o oriente eterno”!!!”

E para sempre serei carpinteiro de transformações internas, daquelas que semeiam o amor e o entendimento mútuo.

Por enquanto aqui estou com a graça divina.

E para sempre estarei à espera de um tempo em que seria o vento a soprar na contramão do desejo.

Quero esperar o final dos acontecimentos, serei a pessoa a me esperar na reta de chegada.

Com afeto, distribuo o meu néctar. Ele está sedento de visões energéticas, para amenizar a atmosfera do momento.

Um pouco mais aliviado, digito como quem quer para sempre, a eternidade colocada em pratos limpos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s