Valéria Nuud: do Blue Abstract ao fluído interpretativo

Em seu mini currículo encontrei a seguinte frase: “nascida no Paraná, traz o Rio de Janeiro no coração e a alma de artista pernambucana.”.

Os traços da paranaense Valéria Nuud são inspiradores.

Suavidade têxtil, texturas enigmáticas, silêncio que paira na atmosfera interna.

Conectar-se com o mundo é um desafio. Mas que isso, uma realidade interior, que demarca a amplitude sapiens.

Da a arte rupestre aos pincéis, o poder transformador da arte e da vida, é enigma guardado à sete chaves.

Percepções desconectas, conexões fluídas.

Seu Blue Abstract nos mostra imensos vácuos nos misteriosos caminhos para dentro de si.

Levo a palavra para se decifrar no meu codificador interno, mas a imagem, bem, ela fala mais alto.

Valéria Nuud tem traços misteriosos…

Tem sentidos aguçados…

Tem leveza nas suas pinceladas…

Poderia observar por longo tempo o seu trabalho. Ficar em deslumbre por alguns segundos.

Mas a verdade é que o jogo de intenções em relação a forma dela se expressar, me remete à definir seu talento com muita ternura sutil.

Valéria Nuud fala o silêncio!

Ela caminha misteriosa em traços harmônicos.

Sua plástica é sutil como os caminhos do amor sinérgico e sereno.

Está no nosso núcleo.

2 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s