O inventário da morte

Como poderia afirmar que minha insônia faz com que eu fique cadavericamente angustiado, se com ela, aproveito o silêncio da madrugada?

E como é bom…

Apenas o barulho do meu ventilador, nada mais a fazer que aproveitar deliciosamente os instantes desfrutados ao ficar acordado.

Tenho em mente sempre o regozijo de uma boa noite de sono, mas inesperadamente vem a noite da insônia.

Adoro ela…um café…um instante de silêncio…um algo a mais nas especulações fantasmagóricas do prazer em ficar a madrugada acordado.

Agora, o reflexo de um prazer longínquo, tenho aqui, o inventário da morte.

Quero demais continuar essa jornada acompanhado dos meus, mas sinto que estou demasiadamente solitário.

E vou caminhando…vou…além das minhas perspectivas de limites, dentro de um padrão admiravelmente sólido.

Bem vindo todos ao teatro do absurdo.

Vou sair de cena, apenas um start na memória…estou preparado.

Um até breve…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s