Ninguém nasce bandido

Ninguém Nasce Bandido- Zel Passavante

Por todos os corações brasileiros, nas infindáveis injustiças sociais, as palafitas moram ao lado, ao lado dos tubarões com dentes humanos, onde a carcaça só serviu para sugar e ter força necessária para não ver o lado obscuro da humanidade.

Os cidadãos invisíveis, os mesmos que estão nos sinais com placas dizendo: “estou com fome”, ou até dentro dos supermercados, onde a comida se apresenta branda para os consumidores dominantes.

Opressores e oprimidos, ora, essa sempre foi a cara da sociedade, esteja ela em quaisquer época da humanidade.

A intolerância religiosa, que leva os oprimidos a acreditarem em um perdão, onde na verdade deveriam ser perdoados.

Os oprimidos pedem perdão à humanidade, quando a humanidade deveria pedir perdão para eles.

Ninguém nasce bandido!!!

Isso é uma lógica racional da sociedade, sociologia pura, as palafitas não tem a oportunidade do instrumento musical, as notas e o som produzido por eles é de uma artilharia em alta escala.

Refém do desejo do homem dominante, os oprimidos são infelizes e invisíveis, não são observados, nem nas gavetas geladas do IML.

São estatísticas!!!

Viver sob a alcunha de uma estatística, o perdão necessáro não chega, poderiam ser apenas chamados pelos seus nomes?

E para combater as metralhadoras dos oprimidos, resolvem armar toda uma sociedade, quanta injustiça social!!!

O socialismo é apenas educação e saúde para todos, o resto, programas sociais eficientes.

Não, ninguém nasce bandido!!!

Não deveríamos produzir em alta escala instrumentos musicais?

Qual o som da sociedade invisível?

Qual a sua tonalidade?

Qual a cor dos seus caixões?

Ninguém, em nenhuma sociedade, nasce bandido…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s