A profusão atômica de Fernando Barbosa

A máxima proteica é atômica na combinação de cores. Profusão inequívoca, prospecção do real e do Abstrato.

Todos os elementos pictoricos de Fernando Barbosa me leva a entender a perturbação criativa à traços transcendentais.

Fernando Barbosa cala a metáfora.

Silencia o absurdo!!!

Fornece a dimensão plástica aprazível, e cheia de delírio mistico também

Difusões intraceptivas, mágica estética.

Todas as formas de entender o absurdo do abstrato, do mosaico, do performático

Quantas vezes mais não vou deixar de dizer: tiro o meu chapéu para Fernando Barbosa. Artista de qualidade imensurável.

Jamais esquecido nos intermináveis caminhos tortuosos da vida.

Fernando Barbosa inventa e se reinventa todas as vezes que se manifesta artisticamente.

É inspiração divina.

Sua arte tem traços enigmáticos e esquizofrênicos.

A sua chegada ao núcleo é mais que esperada.

Bem vindo Fernando Barbosa.

A virtualidade nos pertence!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s