Um pensar artístico

O sentimento de se fazer mais, imperativamente com a necessidade de afirmação, faz com que o reflexo da criação impreguine nas sensoriais metáforas da plenitude.

Palavras ao vento, junções de partes fragmentadas na literatura.

Não condiz com a verdade a criatura se fazer parte da criação, ela é reflexo produtivo.

Não vale à pena comentar sobre as indisposições do cenário do resultado da obra.

A obra fala por si, a intuição ora por momentos de produção plena.

Venha a mim os gigantes da produtividade artística.

Sou reflexo da polivalência.

Ando sem pensar muito no resultado, a correta menção ao apocalíptico ser criativo, revela a todos quem somos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s