Acabado pela miséria

A miséria que me consome…a deliciosa miséria que vejo ao saborear um prato de esperança.

Mas não deposito a esperança em um único pormenor…eu tenho ela, eu carrego ela comigo, para um tempo além dos meus delírios.

Acompanho as preces de um ser inalterado, absorto com o pouco caso que se faz com um ser.

Indo ao incalto da loucura, submerso em um mundo de pouco caso, aliás o pouco caso é saber exatamente onde a miséria pode levar o homem, e assistir calado sem nunca ter antes pensado em ser diferente.

Os míseros tostões de uma herança…

Uma herança maldita que não deixa a pessoa nem no seu teto físico…é de se imaginar o teto moral?

Como todos os aspectos da intransigência fantasmagórica do desamparo…desamparo este que é melhor que assistir de longe um desenrolar óbvio.

Traiçoeiro.

Impagável!!! Mas que atração espetacular!!!

Homens e seus destinos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s