Somos todos totais

Assumir perante o verso, que as elementares formas de sucumbir à verdade, são impropérios da vida segmentada.

Vou além do explendor para encontrar a minha paz. Tão nobre e bela, tão efêmera perante os pecados.

Vivo a imensa forma de amar dualisticamente a minha posse de valer um tiro no estômago.

Vou além do pecado…

Indigesto…

Agora posto que fui apenas o inverso do questionamento, oro pela singularidade do perdão.

Postumamente, encontro fôlego para prosseguir.

Digito como compreendo o mundo, ele como está se apresentando para mim.

Sem mendicância afetiva, sem auto piedade, que é o pior sentimento que o ser humano pode ter.

Adiante e além!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s