Pecados

Imagino certos trâmites no meu julgamento individual.

Sou temerário do meu aspecto de assimilar as situações, muitas vezes refém de uma situação plenamente reversível.

Onde mais se suporta a dor, as atribuições serão metáforas rasgada e jogadas ao ar.

Tenho convicção de uma fortunada obra celestial para encantar todos os deuses.

Uma xícara de café…

O mundo é amargo, quero senti-lo com o sabor que rasga com amargor o meu paladar, tão associado ao meu compromisso com o próximo.

Gosto de dor.

Amargo, amargo.

Tenho convicção de que fatores estão a dissuadir minha culpa, onde mais se possa colocar um prejuízo em volta de mim.

Para sempre, serei espátula que pinta, efêmero que seja, adúltero por convicção, mesquinho por ambição.

O cardápio elaborado está aí, vamos saboreá-lo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s