Um tempo mais

Já fazia um tempinho que eu não aparecia por aqui. Muitos fatores alheios aos meus desejos foram decisivos.

Mas o fato é que sempre que me vem a necessidade de expurgar alguns demônios eu recorro ao blog.

Ando meio que com a sintonia do individualismo.

Vou passar um tempo só. Vou ficar em paz comigo mesmo, apenas a saudade todos os dias ao acordar.

Um momento de introspecção fatídica.

Quero poder ser mais eu nesse cenário que se apresenta.

Vou ao inverso do condicionamento pleno. Quero ser o intérprete das minhas estórias.

Desafiando o momento de leveza, serei um mais a acordar nesse espaço destinado aos aflitos que vivem da solidão.

Ela reparte ao mundo o pedaço de um caminho facilmente atingivel.

Estarei sempre por aqui. Acompanhado, solitário.

E para tanto, a angústia dos meus pesares alivia o momento como um todo, um todo enigmático e solidário.

Um todo aprazível e condescente.

Um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s