Tradicional fractal

Uma sombra de traição paira no ar: e agora, quem vai trair quem?

Por diversos momentos entendi que o entorpecimento era algo que jamais poderia estar associado ao fiel momento da tentação.

Uma vez mais imagino que não poderia estar me conformando com a fidelidade.

Sou fiel.

Sempre fui.

Esperar que designeos de impureza permeiem a minha reflexão, é jogar contra o afirmativo da infidelidade.

Por mais um momento sou passivo desta relação.

E por hora, nunca antes ter visto um fiel advento da fidelidade, sigo meu rumo solitário por ter perdido o equilíbrio e o afeto.

Estou liberto.

Não posso puxar o gatilho dos meus transtornos obssessivos compulsivos.

Quero fica assim, livre em meus pensamentos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s