Reveses e sombras

Estou convicto de que fui esquecido por muitos. Estava pensando nas múltiplas possibilidades de ser uma parca condicional de vida, mas o destino me roubou todos à minha volta.

Agora sereno, revejo todos os fatores que me levaram a ter sentimentos destruídos.

Um transtorno neuropsiquiatrico. Poucos entendem, mas a síndrome de Tourette me distanciou da sociedade.

Grito aleluia por possuir uma esposa amável e compreensiva.

Sou um felizardo por isso.

Mas no caminho das pessoas que cruzaram comigo estão além do preconceito a pena.

E pena é um sentimento ridículo.

Engulo o mundo diariamente.

Porque o portador de Tourette tem que engolir o mundo, caso contrário o mundo engole o portador de Tourette.

Dito isso me preparo para mais uma cena no teatro da minha vida.

Esqueço os revezes, eles não merecem ser lembrados.

Com o que tenho, sobrevivo.

E sobrevivendo pulo uma cerca diariamente, e de arame farpado.

Para ser feliz muitas vezes é necessário se estar só. Só, comigo mesmo, com a pessoa que eu amo do meu lado, nada mais que isso.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s