A retórica seletiva

Digo um adeus?

Talvez não queira mais na minha convivência pessoas alheias a minha honestidade, como caráter, como pessoa.

Não valeria a pena continuar na insistência de um convívio, se não há a sinergia de confiança entre os pares.

Pulei fora de alguns relacionamentos de amizade, fiquei fora de alguns natais na casa de terceiros.

Não tenho dúvidas de que isso tenha sido a melhor escolha, até cancelei amizade de uns e de outros nas redes sociais.

Teve um determinado camarada que exclui a amizade de toda uma sala de aula para justamente não saber notícias dele de nenhuma forma.

Sigo assim adiante, convicto que a minha retórica seletiva tenha sido a melhor opção para mim.

Não quero que me apontem um dedo no meu rosto. Apenas exijo privacidade nas minhas decisões.

E como elas foram difíceis.

Agora mais calmo, aguardo apenas o chamado para poder estar entre os meus.

Só os meus, tão somente os meus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s