O despertar

O dia começa cedo.

Cedo demais para eu sentir um despertar fortuito.

Não seria mero espectro na multidão, caso eu não soubesse sobre todas as etapas de cordialidade comigo mesmo?

Mais uma manhã chega…

Por aqui apenas agradecendo o deleite com as concordâncias, e assim sendo, aceito toda a fortuna que me é apresentada.

Um minuto mais…

As estruturas verbais estão bastante acessíveis.

Pela manhã, as mil partes de um universo, refratam com luminosidade, como reflexos conexos.

Sinto mais um chamado para que eu siga.

Assim sendo, estou de pé, encarar a vida é necessário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s