Os provérbios da mudança

Penso ser o máximo divisor nas dificuldades edificantes do pensar pleno e absoluto.

Tenho nas mãos o louvor da criação mundana, onde cada espécie, ratifica o seu desejo de findar nos abundantes caminhos do mal.

Estou bem hoje…

Porque não deveria estar?

Vamos por partes: sou o máximo denominador da minha situação de caoticidade.

Vou pela tangente, tento escapulir do mal que advém de minhas parcas expectativas.

O horizonte é plácido como as caldeiras que derramam o néctar da discórdia.

Não associo os fatos corriqueiros aos meus pormenores de vida. Portanto vivo em constância comigo mesmo.

Um universo cheio de possibilidades já é a máxima elevação espiritual para todas as pessoas, indistintamente.

Digamos que o período do casulo acabou. Virei mariposa calejada. Quero ainda mais um pouco.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s