A Concha Acústica

Andei até meus pés ficarem demasiadamente cansados. Prossegui, encontrei um mendigo que me indicou o caminho.

Cheguei na Concha Acústica de Serra Talhada…

Lá vislumbrei encantos e possibilidades. Lá vi, naquele palco onde à noite dormem os mendigos da cidade, que o palco da Concha Acústica poderia dar um excelente festival de música.

Como produtor cultural, tinha o contato da prefeita. Fui no meu hotel, abri o laptop, passei uma madrugada redigindo o projeto.

Um projeto onde em uma semana artistas plasticos, ensaios de fotografia, cinema, teatro, um festival de música.

A Concha Acústica de Serra Talhada teria o evento: Tá Serra: na Concha.

A prefeita sugeriu enviar para a Lei de Incentivo à Cultura.

O pojeto foi enviado para a Lei de Incentivo à Cultura. Seis meses de espera…

Que pena, não passou da segunda das três etapas do Funcultura.

O sonho acabou…

Mas a Concha Acústica, com seu palco magistral, rodeada de um tropical e verde jardim, não teria mais o evento Tá Serra: na Concha.

Os sonhos pereceram…

No ano seguinte mais um edital de cultura.

Mas a Concha Acústica de Serra Talhada, ficaria viva e continuaria abrigando para o público, um magistral refúgio para os sem teto da cidade.

Um chão.

Com cobertura…

Um dia de cada vez…

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s